Início / Releases

Releases

Programa Onda Limpa: Sabesp realiza o afundamento da tubulação para o prolongamento do Emissário em Praia Grande

  10/06/2020

A Sabesp realizou nesta quarta-feira, 10/06, o afundamento do trecho de 650 metros do prolongamento do Emissário Submarino do Canto do Forte, em Praia Grande.

Além da contribuição para a melhoria da saúde pública, da balneabilidade das praias e o incremento do turismo no Município de Praia Grande e região, cerca de 1 milhão de pessoas serão beneficiadas diretamente pelas obras. 

No local foram instalados tubos de polietileno de alta densidade (PEAD) com 1 metro de diâmetro e extensão total de 650m. Quando a obra estiver totalmente concluída, a obra vai melhorar a capacidade de dispersão dos efluentes finais, pois aumenta a distância do lançamento em relação à costa de Praia Grande. 

O empreendimento total, no valor de R$ 402 milhões, faz parte da 2ª Etapa do Programa Onda Limpa da Baixada Santista e inclui as obras de prolongamento dos Emissários Canto do Forte (subsistema 1) e Tupi (subsistema 2) e a construção das respectivas Estações de Precondicionamento (EPCs). Inclui ainda a construção de 6,5 km de Emissários Terrestres, com 1.200 mm de diâmetro, que encaminharão os esgotos para as Estações de Precondicionamento (EPCs) e, após tratamento, os conduzirão aos emissários submarinos.

Uma das EPCs, localizada no bairro Canto do Forte, em Praia Grande, terá capacidade ampliada de 465 para 1.380 l/s. O esgoto encaminhado para as estações de Pré-Condicionamento passará por gradeamento, peneiramento para remoção dos sólidos, sistema de desarenação e, por último, pela cloração. Posteriormente, será encaminhado através das tubulações dos Emissários Terrestres e, depois, dos Emissários Submarinos, para ser lançado a uma distância total de 4.650 metros, mar adentro, através dos 80 difusores que serão instalados em cada um dos emissários.

Considerado o maior Programa de Saneamento Ambiental da costa brasileira, o Onda Limpa vem, desde 2007, ampliando os serviços de coleta e tratamento de esgotos em todos os municípios da Baixada Santista. Na 1ª Etapa do programa, de 2007 a 2018, foram investidos cerca de R$ 2 bilhões, aumentando o índice de cobertura com coleta de esgotos de 62% para 82%, na Baixada Santista. 

Até 2025, estão previstos mais R$ 1,4 bilhão de investimentos para a conclusão de 448 km de redes coletoras, 48 mil novas ligações de esgotos, 3 novas ETEs, 11 ampliações e melhorias de ETEs existentes, incluindo também esta ampliação e adequação dos Emissários e EPCs 1 e 2 de Praia Grande, aumentando o índice de cobertura com coleta de esgotos de 82% para 92%.

Este conteúdo te ajudou?
0 0
Compartilhe Imprima



Imagens da Sabesp

Buscar em Releases


Por data: de:   dd/mm/aaaa

até:  dd/mm/aaaa

Sabesp na sua região

Digite o nome do município onde você mora e conheça o trabalho que a Sabesp faz nessa região.