Início / Imprensa / Releases

Releases

Sabesp comemora Dia do Meio Ambiente com soltura de peixes no rio Sorocaba

  05/06/2017

A Sabesp comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, 5 de junho, com a soltura de 10 mil peixes no rio Sorocaba, em Laranjal Paulista. O curso d’água, que corta o centro da cidade, é um dos principais beneficiados pelas ações da empresa na região. A entrega de obras de tratamento de esgoto da companhia contribuiu para que o Sorocaba e demais rios na bacia do Médio Tietê lancem 120 mil litros por segundo de água limpa no principal rio paulista, o Tietê.

A soltura dos peixes nativos da bacia do rio Sorocaba simboliza os resultados dos investimentos da Sabesp nos últimos seis anos para a melhora de 43 rios e córregos na região, chamada de Médio Tietê por contemplar as cidades no trecho intermediário do rio, entre a nascente, na Grande São Paulo, e a foz, na divisa com Mato Grosso do Sul. Entre 2011 e 2017, a empresa investiu R$ 233 milhões em cerca de 30 obras, que evitam o descarte de 115 milhões de litros por dia de esgoto in natura em rios como Sorocaba, Piracicaba e Tietê. Essa ação melhora a qualidade das águas e têm consequências diretas na fauna, flora e na saúde da população.

Na região, a meta da empresa é elevar o índice de tratamento de esgotos nas sedes dos municípios dos atuais 84% para 100%, ou seja, mais de 800 mil habitantes serão atendidos com serviços de saneamento universalizados: 100% de abastecimento com água de qualidade, 100% de coleta de esgotos e 100% dos efluentes coletados tratados. 

A soltura de peixes será feita pela Sabesp em parceria com a Prefeitura de Laranjal Paulista. Participam da solenidade cerca de 80 alunos da escola municipal João Salto. Os estudantes colocarão alevinos - peixes recém-nascidos - de lambari (Astyanax fasciatus), bagre (Rhamdia quelen), traíra (Hoplias malabaricus), piau (Schizodon borellii), dourado (Salminus brasiliensis), carpa (Cyprinus carpio), pacu (Piaractus mesopotamicus), cascudo (Pterygoplichthys anisitsi) e pintado (Pseudoplatystoma corruscans) nas margens do rio Sorocaba.

Para o superintendente da Sabesp no Médio Tietê, Mauricio Tápia, o envolvimento das crianças é fundamental para estimular e promover o aprendizado da conservação do meio ambiente: “Queremos passar para a população que a melhor comemoração e presente para o município é a reflexão de seus cidadãos sobre a responsabilidade do uso consciente e sustentável dos recursos naturais”. 

Além da soltura de peixes, o evento inclui ainda a inauguração das obras de ampliação do sistema de tratamento de esgotos de Boituva. Já em operação, a ETE Pau D’Alho tem capacidade para tratar 71 litros por segundo. Junto ao emissário de 1.453 metros, a ampliação permitiu ao município alcançar a universalização do saneamento, saltando de 43% para 100% dos esgotos encaminhados para tratamento.

Com investimento de R$ 9,2 milhões, as obras beneficiam diretamente 34 mil habitantes de Boituva, garantindo mais saúde e qualidade de vida. Do ponto de vista ambiental, as intervenções trazem melhorias diretas ao ribeirão Pau D’Alho, afluente do Tietê.

Ainda em Laranjal Paulista, a companhia celebra também a restauração da mata ciliar do rio Sorocaba. A Sabesp plantou 90 mil árvores nativas ao longo de 54 hectares. A presença de vegetação aumenta a estabilidade dos solos e reduz a acesso de agentes poluidores ao corpo hídrico, além de proporcionar a conservação da biodiversidade local.

Confira abaixo a lista de municípios e os respectivos córregos e rios beneficiados pelas obras citadas:

Bacia Hidrográfica Sorocaba/Médio Tietê: Alumínio (na sede municipal: ribeirão Varjão), Anhembi (sede municipal: rio Tietê e ribeirão dos Remédios; e no distrito Piramboia: córrego Águas do Brejão e Águas Claras), Araçariguama (sede: ribeirão Araçariguama), Boituva (córrego Campos de Boituva; e no distrito de Pau D’Alho: córrego Pau D’Alho), Botucatu (na sede: rio Lavapés; no distrito de Rubião Junior: córrego do Cintra; e no rio Bonito e Mina: rio Tietê), Capelo do Alto (sede: córrego Olaria; e no distrito Porto: rio Sarapuí), Cesário Lange (na sede: ribeirão Aleluia), Conchas (rio Conchas); Laranjal Paulista (sede municipal: córrego Ponce e rio Sorocaba; e no distrito de Laras: córrego Ponce), São Roque (na sede: córrego Guaçu e ribeirão Mombaça; e no bairro do Carmo: córrego do Carmo); Sarapuí (na sede municipal: rio Sarapuí) e Tatuí (na sede municipal: córrego do Matadouro e rio Tatuí). 

Bacia Hidrográfica dos rios Tietê/Jacaré: Agudos (na sede municipal: córrego dos Agudos e ribeirão Grande), Bocaina (córrego Bocaina) e Dourado (ribeirão Dourado).

Bacia Hidrográfica Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ): Águas de São Pedro (ribeirão Araquá).

Este conteúdo te ajudou?
0 0
Compartilhe Imprima



Imagens da Sabesp

Buscar em Releases


Por data: de:   dd/mm/aaaa

até:  dd/mm/aaaa

Sabesp na sua região

Digite o nome do município onde você mora e conheça o trabalho que a Sabesp faz nessa região.

Agência de Notícias

Agência de Notícias