Início / Imprensa / Abastecimento de água

Abastecimento de água

Até chegar às residências, a água percorre um longo caminho. E o processo não consiste somente no transporte do produto, mas na preservação do mesmo desde a fonte de abastecimento até a entrega aos clientes.

O trabalho da Sabesp começa nas represas ou poços onde é necessário ter o controle de armazenamento, condições e qualidade para envio às estações.

O tratamento da água pode ser convencional e dividido em etapas para tirar a impureza da água e deixá-la apropriada para o consumo. As fases consistem em pré-cloração, pré-alcalinização, coagulação, floculação, decantação, filtração, pós - alcalinização, desinfecção e fluoretação. Durante todo o processo, a Sabesp realiza um rígido controle, por meio de análises laboratoriais para atender os padrões de potabilidade exigidos pelo Ministério da Saúde.

Após o tratamento, a água é armazenada em reservatórios, normalmente situados em pontos mais altos para facilitar a entrega à população. Existem também estações elevatórias ou unidades de bombeamento para impulsionar a água e facilitar sua distribuição.

Na Região Metropolitana o sistema de abastecimento é integrado, já que existem 8 grandes complexos responsáveis pela produção de 65 mil litros de água por segundo. São eles: Alto Cotia, Baixo Cotia, Alto Tietê, Cantareira, Guarapiranga, Ribeirão da Estiva, Rio Claro e Rio Grande.

Nos poços profundos, a Sabesp realiza a cloração e a fluoretação da água, um processo mais simples, porém, com os mesmos acompanhamentos para monitorar e controlar a qualidade do produto.

Cabe ressaltar que os sistemas produtores funcionam 24 horas durante 365 dias. Em algumas ocasiões, a Empresa programa manutenções preventivas para evitar a interrupção dos serviços, emergencialmente.

Nestes casos, a recuperação do fornecimento não é imediata. Isso porque é preciso reiniciar todo o processo, carregar as adutoras, redes de distribuição e equalizar a distribuição até que todos recebam a água, principalmente aqueles que moram em regiões mais distantes dos pontos de reservação.

Qual a diferença entre adutoras e redes de distribuição?

Adutoras são tubulações de grande porte, muitas vezes parecidas com os túneis do metrô e que transportam água dos mananciais às estações ou destas às reservatórios.

Já as redes de distribuição são menores e são interligadas às adutoras até os ramais residenciais.
 

Imagens da Sabesp

Sabesp na sua região

Digite o nome do município onde você mora e conheça o trabalho que a Sabesp faz nessa região.