Início / Agência de Notícias

Notícias

Investimentos da Sabesp melhoram a qualidade das praias do Litoral Norte e da Baixada Santista

 30/04/2013 às 15:00

Praia Litoral NorteO Relatório de Qualidade das Águas Litorâneas do Estado de São Paulo, da Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental), mostra que houve importante melhora na balneabilidade das praias paulistas no ano passado em relação a 2011. A porcentagem de praias próprias o ano todo passou de 23% para 35%, a de ótimas de 3% para 11% e a de péssimas caiu de 14% para 7%.

A melhoria dos índices é atribuída aos investimentos do Programa Onda Limpa, da Sabesp, pelo qual a companhia melhora a qualidade de vida da população com grandes obras de coleta e tratamento de esgoto. Já foram investidos R$ 2 bilhões nos 13 municípios.

No Litoral Norte, a melhora foi significativa nas quatro cidades: Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba. A porcentagem de praias próprias o ano todo foi de 36% para 54% e o de ótimas, de 5% para 18% - os melhores índices desde 2005. Também houve redução das praias ruins e péssimas, de 21% para 9%. Das 92 praias analisadas em toda a região, 50 permaneceram próprias durante todas as semanas do ano.

Na Baixada Santista, o índice de praias péssimas caiu de 28% para 13%. A melhoria foi constatada, principalmente, nos municípios de Bertioga, Praia Grande e Santos. Parte da contribuição de bandeiras vermelhas que ainda persistem está ligada à poluição difusa dos municípios - ou seja, deve-se ao lixo jogado nas ruas às fezes de animais, por exemplo, que acabam sendo levados pela chuva para canais e córregos e, ao final, para o mar.

Esse fator também foi considerado no relatório: parte da melhoria é atribuída à diminuição do índice de chuvas (queda de 20% no Litoral Norte e 30% na Baixada Santista). Outro fator importante são as ligações irregulares de esgotos, que poluem os cursos d'água e, consequentemente, a praia. Para garantir a eficiência dos investimentos feitos e garantir a limpeza das praias da Baixada e do Litoral Norte, é necessário que os moradores adaptem seus imóveis para que o esgoto seja encaminhado para tratamento. Sem a adaptação interna, o esgoto pode contaminar o meio ambiente.

Para isso, o Governo do Estado de São Paulo e a Sabesp desenvolveram o Programa Se Liga na Rede, que irá custear as obras internas em residências de famílias de baixa renda – sendo 80% custeado pelo Estado e 20% pela Sabesp. Em 2013 e 2014, somente na Baixada Santista, 23 mil moradores serão beneficiados com as 7,7 mil ligações que serão feitas em imóveis das nove cidades, com investimentos previstos em R$ 14,1 milhões. No Litoral Norte, 4 mil pessoas serão beneficiadas com mais de 1.300 ligações em Caraguatatuba e São Sebastião, com investimento de R$ 2,4 milhões.

 

Este conteúdo te ajudou?
0 2
Compartilhe Imprima

Buscar em Noticias


Por data: de:   dd/mm/aaaa

até:  dd/mm/aaaa

Sabesp na sua região

Digite o nome do município onde você mora e conheça o trabalho que a Sabesp faz nessa região.

Agência de Notícias

Agência de Notícias