Notícias

Sabesp, Prefeitura e Comgás discutem parceria em reciclagem de pavimentos

 27/10/2021 às 12:00

Para melhorar a manutenção nas ruas da capital paulista, a Sabesp, a Prefeitura de São Paulo e a Comgás estão alinhando serviços e discutindo uma parceria para uso, na recomposição de pavimentos, do material produzido pelo Centro Ecológico de Reciclagem de Pavimentos (CERP).

Durante encontro neste mês, foram avaliados também pontos relativos aos serviços, com destaque para o Geoinfra, plataforma digital da Prefeitura para gerenciar e monitorar os trabalhos das concessionárias em ruas e calçadas. O sistema digital reúne informações das redes de infraestrutura na capital e agiliza as autorizações para serviços, aumentando a eficiência e a segurança de obras.

“A compatibilização de nossos trabalhos com a utilização de plataformas integradas vai trazer agilidade e não deixar acontecer o que hoje é a grande reclamação da cidade, que é o retrabalho. A Prefeitura faz um trabalho, a Sabesp vai e quebra. Ou a Sabesp faz um trabalho, a Prefeitura vai e quebra novamente o pavimento. Essa integração dos sistemas com tecnologia vai melhorar a eficiência de todos e baixar os custos, tanto para o município quanto para a Sabesp”, salientou o secretário municipal de Subprefeituras, Alexandre Modonezi.

Para o diretor Metropolitano da Sabesp, Ricardo Borsari, o Geoinfra é um “instrumento fundamental, que já mostrou sua utilidade no processo” de manutenção dos sistemas e deve ser ampliado. “Tivemos um bom entendimento, tanto com a Prefeitura como com a Comgás, no sentido de otimizar o nosso relacionamento através do Geoinfra. Poderemos nos programar para evitar o retrabalho, depois de feita a recomposição asfáltica em cada uma dessas vias. Então, vamos trabalhar em conjunto”, explicou. 

Depois da reunião, foi realizada a visita, seguindo todos os protocolos sanitários, ao CERP, mantido pela Sabesp na Vila Leopoldina. Essa etapa contou com explicação técnica sobre o processamento dos materiais, ressaltando todas as etapas de reciclagem de resíduos de construção civil (RCC) e material resultante da fresagem (Reclaimed Asphalt Pavement, “RAP”), até se tornarem respectivamente RCC espumado e RAP espumado.

Implantado na Marginal Tietê, ao lado do Parque Orlando Villas-Boas, o CERP tem como objetivo reciclar resíduos de asfalto, guias, sarjetas e concretos, transformando em material de melhor qualidade que o original, denominados Resíduo de Construção Civil Espumado (RCC Espumado) e Base de Material Fresado com Espuma de Asfalto (RAP Espumado), os quais serão utilizados na recomposição das valas após serviços da Sabesp. 

O principal destaque da tecnologia importada da Alemanha é o fato desta reciclagem fornecer produto melhor que o material primário e não gerar nenhum tipo de contaminação ambiental, uma vez que todo o processamento ocorre a frio e em câmara fechada.

“A reposição asfáltica é sempre um grande problema. Há uma demanda muito grande por melhoria da qualidade nessa reposição. O que nós da Sabesp começamos a fazer aqui é investir em tecnologia. Produzir um material que seja sustentável ambientalmente e que melhore a qualidade da reposição asfáltica. O RAP espumado atende a esses dois objetivos”, explicou Borsari. 

“Para buscar a melhoria do pavimento da cidade, é necessária parceria com as concessionárias. A Sabesp é a maior concessionária do município e esse trabalho em conjunto busca novas soluções tecnológicas que sejam ecológicas com o reaproveitamento do material, sendo sustentável todo o ciclo. É um grande passo para que a gente consiga dar ao cidadão de São Paulo, que é o cliente da Sabesp, a melhor prestação de serviços possível”, destacou Modonezi.

Para a diretora da Comgás, Carla Sautchuk, o objetivo da visita foi “acelerar a parceria” para melhorar a qualidade das obras.

“Essa parceria com a Prefeitura e com a Sabesp se iniciou com o desenvolvimento do Geoinfra e, agora, olha para o tema da pavimentação. Acreditamos muito no uso de tecnologias e novos processos. E é por conta disso que estamos aqui. Para juntos, podermos achar soluções que envolvam tecnologia para ganharmos em termos de qualidade”.

Por parte da Sabesp, estiveram presentes ainda no encontro o superintendente da Unidade de Negócio Oeste, Aurélio Fiorindo Filho; o superintendente de Planejamento e Desenvolvimento da Diretoria Metropolitana, Marcello Xavier Veiga; e os gerentes dos departamentos de Engenharia, Alessandro Paixão; de Planejamento Integrado, Ernesto Mamede; e da Divisão de Adução e Serviços Especiais, Rogério Santos.

 

Este conteúdo te ajudou?
2 1
Compartilhe Imprima

Buscar em Noticias


Por data: de:   dd/mm/aaaa

até:  dd/mm/aaaa

Sabesp na sua região

Digite o nome do município onde você mora e conheça o trabalho que a Sabesp faz nessa região.

Clubinho Sabesp

 

Simuldor de consumo