Início / Professores e estudantes / Meio Ambiente / Ecologia da paisagem

Ecologia da paisagem

Entender como funciona a manejar o solo em alinhamento com os padrões ambientais é um dos conceitos da ecologia da paisagem. Por meio dela uma série de processos interagem para dar base ao desenvolvimento sustentável, já que a paisagem engloba referências litológicas, geomorfológicas, topográficas, sociais e econômicas.

Esse cenário nada mais é do que um mosaico heterogêneo que pode ser definido em 3 fatores: ambiente abiótico, formado por relevos, tipos de solo e parâmetros climáticos; perturbações naturais como fogo, tornados e enchentes; e disfunções atrópicas, que são as fragmentações ou alterações de habitats – desmatamento e construção de estradas, entre outros.

Para ilustrar essas definições, é preciso planejar o crescimento urbano apoiado em uma infraestrutura adequada, que inclua o comprometimento com a preservação de recursos naturais. Quando isso não acontece, todo o meio ambiente fica comprometido e a população se torna refém da expansão irregular. O resultado é uma soma de problemas e irregularidades: perdem os setores de transportes, habitação e saneamento.

Na Sabesp, o foco de trabalho alia técnicas de sensoriamento remoto e geoprocessamento para proteger o meio ambiente. Estudando a paisagem de maneira fragmentada – unidades de paisagem – fica mais fácil aplicar ferramentas de auto-regulação e dispor de tecnologias mais eficientes.

Uma das vantagens de se planejar o fluxo de exploração de bacias hidrográficas, por exemplo, é estabilizar o abastecimento. Na outra ponta do processo, estão a conservação das reservas naturais e a qualidade de vida. 

marcador Leia o artigo de Antônio Francisco Evangelista de Souza

Sabesp na sua região

Digite o nome do município onde você mora e conheça o trabalho que a Sabesp faz nessa região.

Agência de Notícias

Agência de Notícias