Início / Serviços / Dicas e testes / Hidrômetros

Hidrômetros

HidrômetroConhecido também como relógio, o hidrômetro é o equipamento que faz a apuração do consumo de água.

Nele, há um contador que registra a quantidade que passou pelo medidor. A conta é feita a partir do último número registrado em comparação aos valores do novo registro. A diferença entre os dois números aponta o volume de água consumido.

Como a água passa pelo hidrômetro?

A água vem desde a Estação de Tratamento pela rede de distribuição. Antes de chegar à torneira de um consumidor, ela passa pela tubulação, entra no cavalete onde está o hidrômetro, passa por dentro do medidor para, finalmente, estar disponível no encanamento do imóvel.

Como fazer a leitura?

Para ler o hidrômetro de ponteiros deve-se anotar os números indicados em preto dos círculos menores. Em sentido horário inicia-se pela unidade x 1, depois a dezena x 10 até o último ponteiro x 1000.

Já no equipamento digital, basta anotar os algarismos pretos. Para calcular o consumo mensal basta registrar o valor que aparece no hidrômetro e reduzir da leitura do mês anterior.

 

Troca de hidrômetro é essencial para combater as perdas de água 

Oficina de HidrômetroPor que é preciso trocar o hidrômetro?

Porque o hidrômetro é um aparelho instalado para registrar o consumo de água do imóvel e, dependendo do tempo de uso e das condições de conservação, ele se desgasta, havendo a necessidade de substituição por um novo equipamento.

 

A Sabesp comunica o cliente antes de trocar o hidrômetro?

Sim, a empresa encaminha ao imóvel um comunicado com 30 dias de antecedência da troca.

Quando é necessária a troca do hidrômetro?

A troca de hidrômetro pode se dar pela periodicidade de manutenção, limite do volume registrado, ou defeito/falha no equipamento, detectados pelo técnico que realiza a leitura do hidrômetro quando faz a apuração mensal do consumo no imóvel do consumidor. Também pode ser realizada a troca quando o cliente faz o pedido pelo telefone 195.

A troca do hidrômetro aumenta o consumo de água?

Não, o consumo está associado ao uso da água no imóvel e independente da troca do aparelho. Porém, com a troca, pode ocorrer aumento do valor da conta, pois o novo equipamento terá maior precisão na medição, detectando o consumo que antes não era completamente registrado.

O que devo fazer se minha conta aumentar após a troca do hidrômetro?

Se depois da troca do aparelho o consumidor verificar uma variação do valor da conta acima de 20% a 30% - tendo o cliente mantido o mesmo padrão de consumo - pode ser um sinal de provável vazamento de água nas instalações internas do imóvel.

Como faço para saber se há vazamento no imóvel? O vazamento é sempre visível?

O cliente deve fazer uma inspeção nos equipamentos hidráulicos do imóvel. Para diminuir o desperdício e as contas altas provenientes de vazamentos, a Sabesp mantém um curso gratuito para os clientes para preveni-los e ensinar a realizar os testes.


A quem devo procurar em caso de não haver vazamento ou para esclarecer outras dúvidas?

Caso não se encontre nenhum vazamento, o cliente deve entrar em contanto com o atendimento da Sabesp pela Central de Relacionamento pelo telefone 195, nas agências comerciais ou na agência virtual. O endereço das agências estão descritos nas contas de água.

Quando o ar entra no encanamento e faz o hidrômetro girar a conta de água não aumenta? Posso usar eliminador de ar para evitar a entrada de ar?

 O ar que entra na tubulação faz o hidrômetro rodar para trás (quando entra na tubulação) e para frente (quando sai da tubulação), portanto, o giro para um lado compensa o giro para o outro.

Diversos testes realizados pela Sabesp demonstraram que a quantidade de ar que chega ao hidrômetro é tão pequena que não representa diferença na conta mensal. Em condições normais de abastecimento, a maioria absoluta das redes de distribuição e das ligações de água operadas pela Sabesp não está sujeita a entrada de ar nas tubulações.

Quanto ao uso de eliminadores de ar, a Sabesp é contrária pelos seguites motivos:

interfere na perfomance de medição do hidrômetro;

na maiorira das vezes, o usuário danifica o cavalete provocando vazamentos;

ameaça a qualidade da água, pois, através da ventosa, a água pode ser contaminada ou ficar com a qualidade comprometida.

 

Sabesp na sua região

Digite o nome do município onde você mora e conheça o trabalho que a Sabesp faz nessa região.

Agência de Notícias

Agência de Notícias