Início / Água / Interligação Jaguari/Atibainha

Interligação Jaguari/Atibainha

Igarata

A Sabesp protocolou em 24 de fevereiro de 2015, na Companhia Ambiental do Estado de São Paulo – CETESB, o Estudo de Impacto Ambiental e respectivo Relatório de Impacto Ambiental – EIA/RIMA para a obra de Interligação entre as Represas Jaguari (Bacia do Paraíba do Sul) e Atibainha (Bacia do PCJ).

Este documento foi elaborado com o objetivo de instruir a obtenção do Licenciamento Ambiental Prévio do empreendimento junto à CETESB.

A Interligação consiste em um conjunto de instalações para captação de uma vazão média anual de 5,13 m³/s a uma vazão máxima de 8,5 m³/s de água da represa do Jaguari, e posterior transporte para a represa de Atibainha, pertencente ao Sistema Cantareira. 

Essa reversão objetiva a recuperação do volume armazenado nas represas do Sistema Cantareira, operado pela SABESP e reduzir o risco sistêmico nos abastecimento da Região Metropolitana de São Paulo e bacias do Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ). 

Em uma 2ª etapa, a Interligação possibilitará o fluxo no sentido inverso, da represa Atibainha para a represa Jaguari, em situações de cheia.

A Interligação é composta por um conjunto de instalações lineares com 13,43 km de adutora de água (com 2200 mm de diâmetro), túnel de 6,13 km e instalações localizadas - tomada de água, estações elevatórias, instalações de controle hidráulico, situadas nos municípios de Santa Isabel, Igaratá e Nazaré Paulista.

Este documento apresenta as razões da proposição do projeto, as características principais, as áreas de influência do empreendimento, assim como os impactos socioambientais e as medidas para evitá-los, mitigá-los ou compensá-los.

Abaixo os arquivos do EIA/RIMA da Interligação entre as Represas Jaguari (Bacia do Paraíba do Sul) e Atibainha (Bacia do PCJ) para download (arquivos em zip):


marcador EIA Volume I - textos, composto de 5 tomos;

marcador EIA Volume II - anexos, composto de 2 tomos;

marcador EIA Volume III - caderno A3 com figuras ambientais

marcador EIA Volume III - caderno A3 com anteprojeto consolidado

marcador Programa de Diagnóstico Arqueológico Interventivo para Interligação Jaguari - Atibainha - Relatório Final 


marcador Relatório de Impacto Ambiental

marcador Relatório de Informações Complementares (Processo IMPACTO 113/2014)

Esclarecimentos a documentos protocolados na CETESB e no CONSEMA ao longo do processo de licenciamento ambiental prévio e nas Audiências Públicas - Ofício CETESB 578/15/IE, de 24/07/15 (Processo IMPACTO 113/2014)


marcador Deliberação “Ad Referendum” CBH-PS 004/2015, de 05/05/2015

marcador Ofício nº 1123/15 – GAEMA Núcleo Paraíba do Sul, de  16/06/15

marcador ABAIXO ASSINADO Contra o Projeto de Transposição ou "Interligação" do reservatório do Jaguari (Bacia Hidrográfica do Paraíba do Sul), ao reservatório Atibainha (Bacia HidrográficaPiracicaba, Capivari e Jundiaí) da forma que será executado, protocolado na CETESB em 01/06/15

marcador Requerimentos ONG Associação Eco Vital: n° 02/2015, de 29/03/2015;  n° 03/2015, de 02/06/2015; n° 04/2015, de 08/06/2015 e respectivo ofício nº 02/2015 que encaminha Abaixo Assinado.

marcador Documentos do Grupo de Estudos e Conscientização Ambiental de Taubaté - GECA e Defensoria Pública do Estado de São Paulo, protocolados na Audiência Pública de Igaratá, em 02/06/2015

marcador Documento da Sociedade Amigos de Proteção ao Ecossistema - SAPE,  protocolado na Audiência Pública de Igaratá, em 02/06/2015.

marcador Ofício SEMAI no 28/2015, emitido pela Prefeitura de Igaratá em 08/06/2015 (conforme informado pela Prefeitura, esse ofício substitui o anterior Ofício SEMAI nº 027/2015).

marcador Ofício SEMAI no 29/2015, emitido pela Prefeitura de Igaratá em 08/06/2015.

marcador Carta da Sra. Marlene de Oliveira Camargo, protocolada na  Audiência Pública de Igaratá, em 02/06/2015

marcador Parecer Técnico da Prefeitura Municipal de Santa Isabel nº  29/2015, de 08/06/2015

marcador Documento do Centro de Amigos da Natureza - CAMIN, protocolado na CETESB em 12/06/2015

marcador Ofício ONG Associação Eco Vital nº 04/2015, de 29/07/15, protocolado na CETESB em 31/07/15