Início / Esgoto / Tratamento de esgotos / Estação São Miguel

Estação São Miguel

A Estação de Tratamento de Esgotos São Miguel situa-se à margem esquerda do Rio Tietê, nas proximidades do km 25 da Rodovia Airton Senna, ao lado da Companhia Nitroquímica Brasileira. O Sistema São Miguel atende basicamente o extremo leste do município de São Paulo e parte das cidades de Guarulhos, Arujá, Ferraz de Vasconcelos e Itaquaquecetuba.


Data de início da operação: 5 de junho de 1998
Pessoas beneficiadas: 720 mil habitantes
Vazão média de projeto: 1,5 mil litros por segundo
Vazão atual: 
1.048 litros/segundo  (média de 2018)

O processo de tratamento é de lodo ativado por alimentação escalonada e em nível secundário, com grau de eficiência de 90% de remoção de carga orgânica.

Sistema de esgotamento sanitário – Os esgotos são transportados para a estação, através de um sistema de esgotamento constituído por interceptores, perfazendo uma extensão de aproximadamente 10 quilômetros

O processo de tratamento é constituído por duas fases.

Unidades da Fase 1 – Estação Elevatória Esgoto Bruto

marcador Gradeamento
marcador Caixas de areia
marcador Decantadores primário
marcador Tanques de aeração
marcador Decantadores secundários


Unidades da Fase 2

marcador Adensadores por gravidade
marcador Digestores
marcador Desidratação mecânica
marcador Secagem térmica
marcador Silos de lodo seco

Fase sólida ETE São Miguel



Sistemas de apoio

marcador Edifício dos compressores
marcador Sistema elétrico
marcador Sistema de Supervisão e Controle
marcador Estação de tratamento de água de serviço
marcador Reservatório de água potável/incêndio
marcador Sistema de controle de odores

Sabesp na sua região

Digite o nome do município onde você mora e conheça o trabalho que a Sabesp faz nessa região.