Notícias

Sabesp investe R$ 34 milhões para a temporada de verão no Litoral Norte em 2022

 28/12/2021 às 10:00

Como acontece anualmente, a Sabesp realizou uma série de ações e investimentos ao longo de 2021 para garantir maior segurança hídrica na alta temporada, que se inicia em dezembro e segue até março de 2022.

O Litoral Norte, que tem uma população de 341,1 mil pessoas, deve receber praticamente o triplo de visitantes nos próximos 3 meses. A preparação para o verão requer da Companhia um planejamento que se inicia logo após o final do verão.

Melhorias também foram adotadas para o pleno funcionamento da infraestrutura de esgoto da região. Vale destacar que se somam a esses esforços da Sabesp os hábitos conscientes de uso da água por parte da população, evitando desperdícios. 

Foram investidos R$ 34 milhões em ações que visam maior confiabilidade na prestação de serviços de abastecimento de água e coleta de esgotos. 

Assim como em anos anteriores, a Companhia terá polos descentralizados para um atendimento rápido nos quatro municípios da região, onde serão guardados veículos, peças e equipamentos em geral para uma rápida solução no quesito “deslocamento”. Além disso, 13 bicicletas elétricas circularão em Ilhabela, Ubatuba e São Sebastião e, para reforçar a equipe já existente, a Companhia contratou 40 funcionários temporários em todo o Litoral Norte, que trabalharão em regimes de plantão 24 horas.

Outro ponto importante é a ETA (Estação de Tratamento de Água) Compacta, que anualmente a Sabesp instala em Ilhabela para um maior reforço no abastecimento. Além desse equipamento a população poderá contar com 58 geradores de energia, 9 caminhões-tanque e 14 caminhões para limpeza e desobstrução de redes de esgoto.

Com base na experiência da última temporada, a Sabesp identificou necessidades operacionais e executou ações como desassoreamento das captações de água, limpeza de reservatórios, melhorias e instalação de novas redes de distribuição de água, ampliação de reservação, setorização de abastecimento por bairros e investimentos específicos para Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba, com a finalidade de garantir a distribuição de água em toda a região. 

Uma boa notícia para esta temporada é que em razão do sucesso dos anos anteriores estão sendo mantidos, com apoio dos municípios do Litoral Norte, Comitês de Contingência para atuação emergencial com a participação da Sabesp, departamentos de trânsito municipais, Defesa Civil, secretarias de Meio Ambiente, Saúde, Turismo, Polícia Militar, entre outros órgãos públicos.

Sabesp do Litoral Norte em números

A Sabesp assinou contratos para prestação de serviços em abastecimento de água e coleta/tratamento de esgotos com Caraguatatuba e São Sebastião em 2019 e com Ilhabela e Ubatuba em 2020. A partir daí, a Companhia passou a fazer investimentos em obras de saneamento básico que no futuro contribuirão para a qualidade de vida da população.

Para a Temporada 2022, de olho na chegada turistas, a Sabesp executou ações operacionais para atender moradores e visitantes com oferta e água e esgotos coletados e tratados.

Em números, os municípios são abastecidos por 23 mananciais no Litoral Norte. Esses cursos d’água chegam até 16 estações de tratamento de água e seguem para os 56 reservatórios existentes na região. 

A reservação da Sabesp após o tratamento da água é de 55,3 milhões de litros de água. 

Torneira: abriu, usou, fechou – Para contribuir com o abastecimento, a Sabesp mantém a dica e dá um toque: é preciso que todos tenham consciência do uso correto das instalações hidráulicas do imóvel.

A obrigatoriedade das caixas d’água com seu devido dimensionamento – conforme o decreto estadual 12.342/78 e a regra da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) – previne que as pessoas fiquem sem água em momentos que haja uma variação na pressão, seja no período de maior consumo do dia ou enquanto são necessários reparos emergenciais ou manutenções preventivas. Por isso os domicílios devem ter reservação interna capaz de suprir o abastecimento dos moradores por ao menos 24h.

A superlotação das residências torna as instalações internas ineficazes, ainda que o sistema se mantenha operando plenamente. Recomenda-se que um imóvel com três ocupantes deva ter uma caixa d’água com capacidade para o consumo de, no mínimo, 500 litros/dia. Se forem seis ocupantes, a reserva interna deve atender um consumo de, no mínimo, 1.000 litros/dia e, se forem 10 ocupantes, a capacidade da caixa d’água passa para um consumo de, no mínimo, 1.500 litros/dia. 

É importante que os clientes verifiquem com antecedência a regularidade do pagamento das contas, para evitar aborrecimentos com corte das ligações de água, e se o registro no cavalete está aberto, principalmente em residências de temporada.

 

Este conteúdo te ajudou?
0 0
Compartilhe Imprima

Buscar em Noticias


Por data: de:   dd/mm/aaaa

até:  dd/mm/aaaa

Sabesp na sua região

Digite o nome do município onde você mora e conheça o trabalho que a Sabesp faz nessa região.

Simuldor de consumo