Início / Água / Bacia do Rio Itapanhaú

Bacia do Rio Itapanhaú

 A Sabesp protocolou em 19 de novembro de 2015, na Companhia Ambiental do Estado de São Paulo – CETESB, o Estudo de Impacto Ambiental e respectivo Relatório de Impacto Ambiental – EIA/RIMA para a obra de Aproveitamento da Bacia do Rio Itapanhaú para o Abastecimento da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP). 

Este documento foi elaborado com o objetivo de instruir a obtenção do Licenciamento Ambiental Prévio do empreendimento junto à CETESB.

O aproveitamento da Bacia do Rio Itapanhaú será realizado mediante sistema de reversão de águas do Ribeirão Sertãozinho (formador do Rio Itapanhaú) para o reservatório de Biritiba (Bacia Alto Tietê), visando o reforço da capacidade de produção de água do Sistema Produtor Alto Tietê (SPAT). 

O sistema está concebido para reverter à vazão média de 2,0 m3/s, autorizada na Outorga de Implantação emitida pelo DAEE e está dimensionado para a vazão máxima instantânea de 2,5 m3/s.

Este documento apresenta as razões da proposição do projeto, as características principais, as áreas de influência do empreendimento, assim como os impactos socioambientais e as medidas para evitá-los, mitigá-los ou compensá-los.

Abaixo os arquivos do EIA/RIMA das Obras de Aproveitamento da Bacia do Rio Itapanhaú para Abastecimento da RMSP para download (arquivos em zip):


marcador EIA Volume I – textos, Tomo 1: Estudo de Impacto Ambiental

marcador EIA Volume I – Textos, Tomo 2: Diagnóstico Ambiental. Contexto Regional e Meio Físico

marcador EIA Volume I – Textos, Tomo 3: Diagnóstico Ambiental do Meio Biótico

marcador EIA Volume I – Textos, Tomo 4: Diagnóstico Ambiental do Meio Socioeconômico e Estudo de Impactos e Programas

marcador EIA Volume II – Anexos, Tomo 1: Documentos de Campanhas de Campo

marcador EIA Volume II – Anexos, Tomo 2: Documentos protocolados no IPHAN

marcador EIA Volume III – Desenhos

marcador Relatório de Impacto Ambiental – RIMA

marcador Relatório de Informação Complementar - RIC

marcador Relatório de Informação Complementar - RIC - Estudo da vazão na área da Restinga do rio Itapanhaú

marcador Relatório de Informação Complementar - RIC - Revisão dos Impactos na Ictiofauna

 

Plano de Monitoramento do Médio e Baixo Itapanhaú

Em cumprimento à condicionante ambiental 1.33 da Licença Prévia (LP) nº2507/2016, constante no processo de licenciamento em progresso na CETESB, a Sabesp está desenvolvendo o Plano de Monitoramento do Médio e Baixo Itapanhaú.

De acordo com o Parecer Técnico da CETESB nº234-16-IE, a Sabesp fornece os dados de chuva, nível d’água e salinidade do estuário, resultantes da execução deste monitoramento.

O monitoramento hidrológico e de salinidade desenvolvido no Plano de Monitoramento do Médio e Baixo Itapanhaú, visa levantar informações sobre o comportamento de variáveis hidrológicas da bacia e da salinidade no estuário por meio de estações localizadas em pontos notáveis do sistema hídrico associado ao Aproveitamento das Águas da Bacia do Rio Itapanhaú para Abastecimento da Região Metropolitana de São Paulo. 

O monitoramento hidrológico é composto por 2 (duas) estações exclusivamente pluviométricas (PLU) instaladas na Cabeceira do Rio Gracianópolis e na Cabeceira do Rio Itatinga, e por 4 (quatro) estações pluviométricas e fluviométricas (PLU/FLU) instaladas na Captação SABESP, na Soleira Light, na Captação Riviera e no Rio Itatinga.

Já o monitoramento de salinidade consta de 4 (quatro) estações instaladas ao longo do rio Itapanhaú, localizadas nos Km 16.3, Km 17.6, Km 20.8 e Km 26.3, sendo essa distância considerada a partir de sua foz. Essas quatro estações também realizam o monitoramento de chuva na bacia (PLU).

 Informações sobre as estações de monitoramento

Estação de Monitoramento Itapanhaú

 

Acesse a página: https://www.saisp.br/online/monitoramento-sabesp/

Sabesp na sua região

Digite o nome do município onde você mora e conheça o trabalho que a Sabesp faz nessa região.

Clubinho Sabesp

 

Simuldor de consumo